[1] Perguntei-lhe se queria vir connosco e respondeu que não .
[2] O resultado não responde ao esforço.
[3] Respondeu pela inocência do filho.
[4] Os travões não respondem bem.

Responder tem quatro sentidos básicos:
(1) ‘dar uma resposta’. É o inverso de ‘perguntar’ [1] ;
(2) ‘corresponder’, ‘satisfazer’ [necessidades, expectativas, exigêncas] [2];
(3) ‘responsabilizar-se’, ‘garantir’ [3] e
(4) ‘reagir’ [4] .

Contestar tem como sinónimos ‘discutir’, ‘impugnar’, ‘negar’ [direitos, pretensões, acusações, factos, teoria].
É o contrário de ‘admitir’, ‘aprovar’ ou ‘concordar’.

[5] Não contesto o vosso direito a agirdes assim.
[6] O réu contestou a competência do Tribunal.
[7] Contestou as acusações de que foi alvo.
[8] Obedeceu sem contestar.
[9] Ninguém lhe contesta a inteligência.
[6] É uma teoria mui contestada.

De contestar deriva contestação (=‘objeção’, ‘refutação’, ‘impugnação’ ou ‘resistência’):
[7] As reformas do governo provocaram uma onda de contestação social.

→ «contestar», «contestación» responder, resposta
«Contestó que no»: Respondeu que não .
«La contestación es no»: A resposta é não

! Repare-se que em castelhano «contestar» alargou o sentido até abranger o de «responder» no sentido de ‘dar resposta’.
Assim, diz-se: «contestar a una carta, a una pregunta, a alguien… »

O mesmo aconteceu com «contestación»: «una contestación favorable, satisfactoria, rápida… ».
Este alargamento semântico de «contestar» / «contestación» não se deu em português comum.
Na Galiza ocorre por influência do castelhano.
[1a] Perguntei-lhe se queria vir connosco e *contestou que não .
[8] Não seria melhor uma só ideologia? A *contestação é, simplesmente, não .

→ «contestador» [automático]: Atendedor / Gravador [de chamadas]: «Hay un mensaje en el contestador»: Há uma mensagem no atendedor.

Vota neste item: